O Naturismo é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez colectiva, com o propósito de favorecer a auto-estima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente.
Mostrar mensagens com a etiqueta Dia. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Dia. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Dia sem fato de Banho


Em Portugal a dia de defesa anual pelo naturismo é celebrado dentro dos dias establecidos pela INF.

Em alguns países celebra-se o dia Internacional sem fato de banho.

Um dia pela defesa do naturismo em todas as praias dentro do espirito da lei que não criminaliza a nudez. 

Uma breve visita pelos países mais próximos e pelas suas celebrações de 2014.

França

Espanha
Evento 2014 no Facebook


Com o objectivo de reivindicar a tolerancia social pela nudez em todas as praias, em Espanha o 3 domingo de Julho é o "Día Sin Bañadores".

Um evento que já vai com mais de dez anos na defesa dos direitos dos naturistas.



sábado, 10 de maio de 2014

European Clean-Up Day -10 de Maio

Dia de Limpar a Europa

Todos os anos milhões de toneladas de lixo são despejados nos oceanos, praias, florestas ou outros locais da natureza.

As causas principais destas atitudes devem aos padrões de consumo, tratamento do lixo inadequado ou sem estratégia e falta de cuidado da população.

Se o mundo é a nossa casa porque não tratá-lo com o mesmo cuidado e higiene que tratamos a nossa habitação ?

Como contributo para reduzir o despejo de lixo na natureza e dar visibilidade a esta temática, o EWWR (European Week for Waste Reduction) coordena em  toda a Europa um dia anual de limpeza da natureza..

Mais informação
_________________________________________________________________

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Obrigado Abril: 40 Anos de Liberdade

40 Anos de Liberdade

E 37 de naturismo associativo, através da Federação Portuguesa de Naturismo.
Em 25 de Abril de 1974 com a restauração da democracia em Portugal foi dado o primeiro passo para um naturismo legalizado e apoiado numa lei que tem sido revista ao longo da nossa democracia procurando estar actual com o tempo e a vontade de todos os que vivem a pratica naturista.
Nestes 40 anos nasceram e morreram associações e clubes naturistas, nestes 40 anos muitos passaram e serviram o naturismo em Portugal.
Nestes 40 anos o trabalho dos que passaram e dos que estão presentes dignificou, promoveu e desenvolveu o naturismo em Portugal.
Portugueses e especialmente estrangeiros acreditaram em Portugal e apostaram no seu negocio e no seu modo de vida no nosso país.
Várias praias naturistas oficiais e centenas de lugares de uso e costume naturista permitem actualmente uma pratica da filosofia naturista dentro da lei.
Muito foi feito ao longo destes anos, embora muitíssimo mais esteja por fazer.
Não podemos baixar os braços, temos de continuar a divulgar, promover e desenvolver o naturismo em Portugal.
Só com o apoio e união de todos será possível construir o futuro, um futuro com mais e melhor naturismo, um futuro com mais e melhor associativismo, um futuro que será o nosso legado para os vindouros.
Contamos com teu apoio futuro, agradecemos o teu apoio passado, pois só com um associativismo forte é possível dar força à Federação Portuguesa de Naturismo para nos representar, apoiar e defender.
Adere ao Associativismo naturista e apoia o naturismo em Portugal. 

Sabe como aderir aqui.
_________________________________________________________________

terça-feira, 22 de abril de 2014

Dia da Terra

Origem da Foto
A primeira manifestação teve lugar em 22 de abril de 1970. Foi iniciada pelo senador Gaylord Nelson, ativista ambiental, para a criação de uma agenda ambiental.

Para esta manifestação participaram duas mil universidades, dez mil escolas primárias e secundárias e centenas de comunidades. A pressão social teve seus sucessos e o governos dos Estados Unidos criaram a Agencia de Proteção Ambiental (Environmental Protection Agency) e uma série de leis destinadas à proteção do meio ambiente.


Em 1972 se celebrou a primeira conferência internacional sobre o meio ambiente: a Conferência de Estocolmo, cujo objetivo foi sensibilizar aos líderes mundiais sobre a magnitude dos problemas ambientais e que se instituíssem as políticas necessárias para erradicar-los.


O Dia da Terra é uma festa que pertence ao povo e não está regulara por somente uma entidade ou organismo, tampouco está relacionado com reivindicações políticas, nacionais, religiosas ou ideológicas.
O Dia da Terra refere-se à tomada de consciência dos recursos na naturais da Terra e seu manejo, à educação ambiental e à participação como cidadãos ambientalmente conscientes e responsáveis.

No Dia da Terra todos estamos convidados a participar em atividades que promovam a saúde do nosso planeta, tanto a nível global como regional e local.

"A Terra é nossa casa e a casa de todos os seres vivos. A Terra mesma está viva. Somos partes de um universo em evolução. Somos membros de uma comunidade de vida independente com uma magnífica diversidade de formas de vida e culturas. Nos sentimos humildes ante a beleza da Terra e compartilhamos uma reverência pela vida e as fontes do nosso ser..."

Surgiu como um movimento universitário, o Dia da Terra se converteu em um importante acontecimento educativo e informativo. Os grupos ecologistas o utilizam como ocasião para avaliar os problemas do meio ambiente do planeta: a contaminação do ar, água e solos, a destruição de ecossistemas, centenas de milhares de plantas e espécies animais dizimadas, e o esgotamento de recursos não renováveis. Utiliza-se este dia também para insistir em soluções que permitam eliminar os efeitos negativos das atividades humanas. Estas soluções incluem a reciclagem de materiais manufaturados, preservação de recursos naturais como o petróleo e a energia, a proibição de utilizar produtos químicos danosos, o fim da destruição de habitats fundamentais como as florestas tropicais e a proteção de espécies ameaçadas. Por esta razão é o Dia da Terra.

Fonte